frete grátis acima de R$ 149,00
prazo de envio de até 3 dias úteis

  em até 12x sem juros

  10% de desconto no boleto

Receitas de Aromaterapia para Afta e Gengivite

Receitas de Aromaterapia para Afta e Gengivite Será que há alguma “fórmula”, dica, ou receita de Aromaterapia para Afta e gengivite, capaz de aliviar os transtornos e incômodos causados por essas lesões bucais? Certamente, se você já apresentou sintomas ou quadros de gengivite e afta, procurou algum tipo de remédio ou pomada para aliviar estas enfermidades que podem surgir na região da nossa boca. O que você talvez não saiba é que a terapia dos aromas, graças a ajuda dos óleos essenciais extraídos de inúmeras plantas, pode ser a solução que você tanto procura. Quer lidar melhor com estes problemas? Ou até mesmo ajudar alguém próximo que sofre com as populares feridas causadas pelas aftas, ou sangramentos da gengiva? Então você não pode perder as nossas receitas de Aromaterapia para afta e gengivite! Antes, porém, que tal entendermos melhor como comprar óleos essenciais de ótima procedência para garantir sua saúde, bem-estar e que os efeitos sejam os desejados? Além disso, no post de hoje sobre receitas de Aromaterapia para afta e gengivite, iremos trazer respostas para as seguintes dúvidas: Como identificar os principais sinais e sintomas da afta e gengivite? Quais as principais causas e fatores de riscos? Bora então se empoderar de tais informações? Sigam-me os bons que é sucesso! Como comprar óleos essenciais para receitas de Aromaterapia? Alguma vez você á ouviu alguém reclamar e acusar a Aromaterapia de ineficaz? Tenho até uma história que ilustra bem tal situação. Um belo dica, indiquei para uma amiga a leitura de um dos artigos aqui do blog, sobre óleos essenciais e os benefícios da Aromaterapia. Ela leu o artigo, gostou muito e comprou alguns “óleos essenciais” (vou te explicar o motivo das aspas logo menos). No entanto, ela me encontrou posteriormente ao uso dos produtos que ela comprou e veio com “7 pedras nas mãos”: “Cara, você me enganou! Usei os óleos, acreditando que eram indicados para meus sintomas, e na verdade ainda tive uma coceira danada na pele, virou alergia!”. Achei super estranho, afinal, era a primeira vez que alguém me falava sobre tal desconforto. Pedi a ela os frascos que ela comprou, e minha suspeita se confirmou. NÃO ERA ÓLEO ESSENCIAL! Na verdade, o que ela adquiriu foram alguns produtos mais conhecidos como essências e também fragrâncias. Trata-se não de óleo essencial, mas de cópias sintéticas, geralmente derivadas de petróleo. Não há não efeitos terapêuticos em tais produtos, e ainda por cima é muito comum que eles causam sensibilidade e irritação na pele. Para não prejudicar sua saúde, atente-se as seguintes dicas que garantem a autenticidade de um produto que pode ser chamado de óleo essencial¹: O óleo essencial deve sempre ser armazenado em um frasco de vidro, de cor âmbar ou azul. Desconfie de óleos essenciais muito baratos, e saiba que aromatizante, essência ou perfume, não são óleos essenciais. Preferencialmente adquira óleos essenciais provenientes de cultivos orgânicos, comércio justo e técnicas sustentáveis. Saiba o nome científico da espécie vegetal que você quer. Isso evita que você compre um óleo essencial de uma planta, achando que é outra. ¹Fonte: OSHADI Como identificar os principais sinais e sintomas da afta e gengivite? Geralmente a afta apresenta um formato arredondado e mede entre 2mm e 8mm. Além disso, tem o centro esbranquiçado ou até mesmo amarelado, com avermelhadas. Os sintomas comuns são incômodos como ardência e dor. Muitas vezes, ao ingerir algum tipo de alimento ou bebida, a pessoa sente que se intensifica a irritação local. A gengivite pode apresentar uma série de sinais e sintomas, como por exemplo: Dentes soltos; Dor de dente; Mau hálito; Sangramento na gengiva; Vermelhidão na gengiva; Sangramento ao escovar os dentes ou passar o fio dental, etc. Busca ajuda de um profissional da área da odontologia é fundamental! Quais as principais causas e fatores de riscos? As principais causas da gengivite estão relacionados a alguns fatores de riscos. Por exemplo: Não escovar os dentes diariamente; Não usar o fio dental; Consumo elevado de alimentos ricos em açúcar; Fumar; Não efetuar o controle de diabetes, etc. No caso da afta, algumas causas são: Período menstrual; Mudanças hormonais; Alergias a alimentos; Estresse emocional; Deficiência de ferro, vitamina B12 e ácido fólico na dieta, etc. Já em relação aos fatores de risco: Imunidade baixa; Uso de próteses bucais; Anemia e demais problemas de saúde; Uso de alguns tipos de medicamentos; Quimioterapia, etc. Receitas de Aromaterapia para cuidar de Afta e gengivite Sabemos que a gengivite é uma inflamação da gengiva e que precisa ser tratada para não chegar até o chamado osso alveolar. Para combater tanto a afta quanto a gengivite, tome nota das ²receitas a seguir: Receita de Aromaterapia para gengivite Para a gengivite, vamos utilizar o Bochecho Aromático. Dilua em um recipiente contendo 1 colher de sopa de Óleo Vegetal: • 2 gotas de Tomilho; • 1 gota de Eucalipto; • 2 gotas de Hortelã Pimenta. Misture em um copo contendo água morna e adicione também 1 colher de chá de Bicarbonato de Sódio. Faça o Bochecho Aromático 3 vezes ao dia. Dica: além de combater a gengivite é um aliado para a manutenção do bom hálito! Receita de Aromaterapia para afta Dilua, em um recipiente adequado contendo 1 colher de sopa de Aloe Vera: • 2 gotas de Lavanda; • 1 gota de Tea Tree. Aplique diretamente no ponto afetado. ²Fonte: Oshadi Agora que você já sabe quais óleos essenciais vão te ajudar a lidar com tais problemas, conte pra nós como foi sua experiência! Até a próxima!

Receitas de Aromaterapia para Afta e Gengivite

Será que há alguma “fórmula”, dica, ou receita de Aromaterapia para Afta e gengivite, capaz de aliviar os transtornos e incômodos causados por essas lesões bucais?

Certamente, se você já apresentou sintomas ou quadros de gengivite e afta, procurou algum tipo de remédio ou pomada para aliviar estas enfermidades que podem surgir na região da nossa boca.

O que você talvez não saiba é que a terapia dos aromas, graças a ajuda dos óleos essenciais extraídos de inúmeras plantas, pode ser a solução que você tanto procura.

 

Quer lidar melhor com estes problemas?

Ou até mesmo ajudar alguém próximo que sofre com as populares feridas causadas pelas aftas, ou sangramentos da gengiva?

Então você não pode perder as nossas receitas de Aromaterapia para afta e gengivite!

Antes, porém, que tal entendermos melhor como comprar óleos essenciais de ótima procedência para garantir sua saúde, bem-estar e que os efeitos sejam os desejados?

 

Além disso, no post de hoje sobre receitas de Aromaterapia para afta e gengivite, iremos trazer respostas para as seguintes dúvidas:

  • Como identificar os principais sinais e sintomas da afta e gengivite?
  • Quais as principais causas e fatores de riscos?

Bora então se empoderar de tais informações? Sigam-me os bons que é sucesso!

 

Como comprar óleos essenciais para receitas de Aromaterapia?

Alguma vez você á ouviu alguém reclamar e acusar a Aromaterapia de ineficaz? Tenho até uma história que ilustra bem tal situação.

Um belo dica, indiquei para uma amiga a leitura de um dos artigos aqui do blog, sobre óleos essenciais e os benefícios da Aromaterapia.

Ela leu o artigo, gostou muito e comprou alguns “óleos essenciais” (vou te explicar o motivo das aspas logo menos).

 

No entanto, ela me encontrou posteriormente ao uso dos produtos que ela comprou e veio com “7 pedras nas mãos”: “Cara, você me enganou! Usei os óleos, acreditando que eram indicados para meus sintomas, e na verdade ainda tive uma coceira danada na pele, virou alergia!”.

 

Achei super estranho, afinal, era a primeira vez que alguém me falava sobre tal desconforto.

Pedi a ela os frascos que ela comprou, e minha suspeita se confirmou. NÃO ERA ÓLEO ESSENCIAL!

Na verdade, o que ela adquiriu foram alguns produtos mais conhecidos como essências e também fragrâncias.

Trata-se não de óleo essencial, mas de cópias sintéticas, geralmente derivadas de petróleo. Não há não efeitos terapêuticos em tais produtos, e ainda por cima é muito comum que eles causam sensibilidade e irritação na pele.

 

Para não prejudicar sua saúde, atente-se as seguintes dicas que garantem a autenticidade de um produto que pode ser chamado de óleo essencial¹:

  • • O óleo essencial deve sempre ser armazenado em um frasco de vidro, de cor âmbar ou azul.
  • • Desconfie de óleos essenciais muito baratos, e saiba que aromatizante, essência ou perfume, não são óleos essenciais.
  • • Preferencialmente adquira óleos essenciais provenientes de cultivos orgânicos, comércio justo e técnicas sustentáveis.
  • • Saiba o nome científico da espécie vegetal que você quer. Isso evita que você compre um óleo essencial de uma planta, achando que é outra.

¹Fonte: OSHADI

Como identificar os principais sinais e sintomas da afta e gengivite?

Geralmente a afta apresenta um formato arredondado e mede entre 2mm e 8mm. Além disso, tem o centro esbranquiçado ou até mesmo amarelado, com avermelhadas.

Os sintomas comuns são incômodos como ardência e dor. Muitas vezes, ao ingerir algum tipo de alimento ou bebida, a pessoa sente que se intensifica a irritação local.

A gengivite pode apresentar uma série de sinais e sintomas, como por exemplo:

  • Dentes soltos;
  • Dor de dente;
  • Mau hálito;
  • Sangramento na gengiva;
  • Vermelhidão na gengiva;
  • Sangramento ao escovar os dentes ou passar o fio dental, etc.

Busca ajuda de um profissional da área da odontologia é fundamental!

Quais as principais causas e fatores de riscos?

As principais causas da gengivite estão relacionados a alguns fatores de riscos. Por exemplo:

  • Não escovar os dentes diariamente;
  • Não usar o fio dental;
  • Consumo elevado de alimentos ricos em açúcar;
  • Fumar;
  • Não efetuar o controle de diabetes, etc.

No caso da afta, algumas causas são:

  • Período menstrual;
  • Mudanças hormonais;
  • Alergias a alimentos;
  • Estresse emocional;
  • Deficiência de ferro, vitamina B12 e ácido fólico na dieta, etc.

Já em relação aos fatores de risco:

  • Imunidade baixa;
  • Uso de próteses bucais;
  • Anemia e demais problemas de saúde;
  • Uso de alguns tipos de medicamentos;
  • Quimioterapia, etc.

Receitas de Aromaterapia para cuidar de Afta e gengivite

Sabemos que a gengivite é uma inflamação da gengiva e que precisa ser tratada para não chegar até o chamado osso alveolar.

Para combater tanto a afta quanto a gengivite, tome nota das ²receitas a seguir:

Receita de Aromaterapia para gengivite

Para a gengivite, vamos utilizar o Bochecho Aromático. Dilua em um recipiente contendo 1 colher de sopa de Óleo Vegetal:

Misture em um copo contendo água morna e adicione também 1 colher de chá de Bicarbonato de Sódio. Faça o Bochecho Aromático 3 vezes ao dia. Dica: além de combater a gengivite é um aliado para a manutenção do bom hálito!

Receita de Aromaterapia para afta

Dilua, em um recipiente adequado contendo 1 colher de sopa de Aloe Vera:

Aplique diretamente no ponto afetado.

²Fonte: Oshadi

Agora que você já sabe quais óleos essenciais vão te ajudar a lidar com tais problemas, conte pra nós como foi sua experiência! Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de Ajuda? Clique Aqui!