frete grátis acima de R$ 149,00
prazo de envio de até 3 dias úteis

  em até 12x sem juros

  10% de desconto no boleto

AROMATERAPIA PARA PETS: COMO USAR ÓLEOS ESSENCIAIS EM GATOS?

AROMATERAPIA PARA PETS: COMO USAR ÓLEOS ESSENCIAIS EM GATOS? 1

Já parou para pensar que Pet não é tudo igual? Não me refiro à forma física, mas ao organismo e modo de ser de cada bichinho. Se repararmos, até mesmo alguns animais da mesma espécie, se comportam de forma diferente. Eles têm personalidade própria. E o que isso tem a ver com a Aromaterapia e os óleos essenciais?

Bem, que a Aromaterapia para Pets é uma tendência, e que traz resultados significativos para a saúde dos nossos bichos de estimação, nós já sabemos.

No entanto, há um tipo de Pet que merece cuidados especiais, inclusive no tocante ao uso de óleos essenciais.

Sim, me refiro aos gatos! Quem é dono de um bichano e tem o prazer de compartilhar da presença de um felino sabe o quanto enigmático um gato pode ser.

Extremamente sensível, é de extrema importância ficar atento (a) ao modo correto de como usar óleos essenciais em gatos. Assim como eles podem ser sensíveis e vulneráveis aos inseticidas, herbicidas, plantas, medicação e alguns alimentos, com os óleos essenciais e a Aromaterapia não é diferente.

Isso não significa que não devemos adotar como alternativa complementar a determinados tratamentos, o uso de óleos essenciais.

Porém, que é preciso sempre nutrirmos os cuidados básicos para que a Aromaterapia promova o bem-estar de seu Pet.

Confira a seguir, como usar óleos essenciais em gatos, para sua tranquilidade e segurança do seu amado bichano!

Óleos Essenciais afetam os gatos de forma diferente dos cachorros

É notório o quanto o uso dos óleos essenciais é positivo para os seres humanos, bem como para os animais.

Há uma literatura específica que aborda o quanto o tratamento de Aromaterapia é bem-sucedido em cães, cavalos, inclusive em gatos.

Sobretudo em relação aos gatos, no entanto, é interessante notarmos que ele se difere e implica em maior cautela, em relação ao uso de óleos essenciais.

Basicamente, isso acontece devido questões de fisiologia, bem como devido a constituição física dos gatos.

Devemos nos ater especialmente ao efeito que a química dos óleos essenciais pode acarretar aos felinos.

Para tanto, vamos ter em mente o seguinte: a composição dos óleos essenciais revela a presença de hidrocarbonetos e terpenóides.

Em cavalos, pessoas e até mesmo em cães, os terpenóides são levados ao fígado e entram em processo de metabolização. Isso ocorre posteriormente a absorção, seja ela oral, pela pele ou ainda por meio da inalação para os pulmões.

Feito isso, com o processo metabólico necessário no fígado, ficam alguns

metabólitos, que por sua vez, são eliminados do organismo dos animais por meio da urina.

Porém, com os gatinhos, pelo fato de não terem a chamada enzima hepática, isso não ocorre.

Dessa forma, os metabólitos levam um tempo bem maior para eliminação.

Os gatos quase não têm enzimas hepáticas importantes que os seres humanos possuem e que são importantes no metabolismo de muitos constituintes do óleo essencial. Portanto, existe um risco teórico de aumentar a toxicidade para os gatos. O mentol, por exemplo, é mais tóxico para um gato do que um rato, segundo testes (Opdyke 1976).

Conforme publicação no site da Aromaterapeuta Vera Lúcia Guedes:

Em suma, nos gatos  essas substâncias  inofensivas (metabólitos), podem  acumular-se no fígado do animal, e, em alguns casos,  muito rapidamente, dependendo da quantidade do óleo essencial o qual o animal foi exposto. Isto pode causar problemas de toxicidade e danos no fígado. Geralmente este pode ser um processo lento e não aparecer,  até que seja tarde demais.

Fonte: Link

Aromaterapia para Pets

-42%
R$42.90 R$24.99

4x de R$6.25 s/ juros

ou R$22.49 à vista no boleto

-5%
R$55.00 R$52.50

10x de R$5.25 s/ juros

ou R$47.25 à vista no boleto

-7%
R$42.90 R$39.90

7x de R$5.70 s/ juros

ou R$35.91 à vista no boleto

R$27.90

5x de R$5.58 s/ juros

ou R$25.11 à vista no boleto

-6%
R$32.45 R$30.45

6x de R$5.08 s/ juros

ou R$27.41 à vista no boleto

R$21.90

4x de R$5.48 s/ juros

ou R$19.71 à vista no boleto

-18%
R$458.00 R$374.90

12x de R$31.24 s/ juros

ou R$337.41 à vista no boleto

-29%
R$449.00 R$321.00

12x de R$26.75 s/ juros

ou R$288.90 à vista no boleto

R$48.00

9x de R$5.33 s/ juros

ou R$43.20 à vista no boleto

-4%
R$56.90 R$54.90

10x de R$5.49 s/ juros

ou R$49.41 à vista no boleto

-27%
R$349.00 R$255.00

12x de R$21.25 s/ juros

ou R$229.50 à vista no boleto

R$98.80

12x de R$8.23 s/ juros

ou R$88.92 à vista no boleto

-6%
R$35.59 R$33.59

6x de R$5.60 s/ juros

ou R$30.23 à vista no boleto

-7%
R$26.90 R$24.90

4x de R$6.23 s/ juros

ou R$22.41 à vista no boleto

R$39.00

7x de R$5.57 s/ juros

ou R$35.10 à vista no boleto

-8%
R$38.90 R$35.90

7x de R$5.13 s/ juros

ou R$32.31 à vista no boleto

Fica o alerta em relação a algumas plantas, aliás, bem populares em casas e ambientes diversos, tais como:

  • Comigo- ninguém-pode – Dieffenbachia seguinte;
  • Copo de leite  – Zantedeschia aethiopica;
  • Lírio da Páscoa – Lilium longiflorum;
  • Filodendro – Philodendron bipinnatifidum.

São plantas consideradas prejudiciais e altamente tóxicas para os gatinhos. Cuidado!

Em relação a alimentação dos gatos, é relevante saber quais o animal não deve em hipótese alguma, ingerir.

O chocolate é um exemplo, devido a substância tóxica presente no chocolate denominada teobromina.

Se o gato ingerir chocolate, ele poderá apresentar sintomas como:

  • Febre;
  • Batimento cardíaco irregular ou acelerado;
  • Sede excessiva;
  • Convulsão;
  • Vômito, entre outros.

Ainda segundo a especialista e professora de Aromaterapia, Vera Guedes, os óleos essenciais que é melhor evitar em gatos são:

  • Todos os  cítricos extraídos de casca (laranjas, limão, mandarim, grapefruit, bergamota);
  • Pine – Pinus sylvestris ;
  • Abeto branco – Abies alba;
  • Abeto preto – Picea mariana ;
  • Juniper  berry – Juniperus communis ;
  • Canela – Cinnamon zeylanicum;
  • Cravo – Syzygium aromaticum;
  • Tomilho – Thymus vulgaris ct Thymol;
  • Tee tree – Melaleuca alternifólia.

 

Para os felinos, indica-se o uso de hidrolatos, tais como:

  • Lavanda – Lavandula angustifólia;
  • Rosa – Rosa x damascena;
  • Neroli – Citrus aurantium – var amara;
  • Gerânio – Pelargoninum graveolens.

A saber: Hidrolatos –  hidro = agua late = leite = Agua leitosa de plantas

Segundo o inglês Robert Tisserand, referência mundial em Aromaterapia para Pets:

“A difusão de óleos essenciais pode ser tóxica para os seres humanos se for excessiva, causando sintomas neurológicos, como dor de cabeça ou fadiga. Em geral, fazer longas listas de óleos específicos supostamente “seguros” ou “tóxicos” para gatos não faz muito sentido para mim – é mais sobre a exposição geral. Você pode difundir os óleos essenciais ao redor dos gatos com segurança, desde que haja boa ventilação…”

Fonte: Grupo Essence- Link

Sendo assim, a melhor maneira de como usar os óleos essenciais em gatos e usufruir dos benefícios da Aromaterapia em seu Pet, é com o suporte veterinário e auxílio de um profissional aromaterapeuta. E claro, sempre com bom senso.

Fuja das chamadas “águas aromáticas”, pois não são hidrolatos, muito embora sejam muitas vezes, comercializadas como tal.

Agora que você já sabe como usar a Aromaterapia para Pets, especialmente em gatos, de forma segura, que tal conferir os kits incríveis que a SM Perfumes tem para você?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de Ajuda? Clique Aqui!